Como funciona a cremação?

A cremação é um procedimento funerário milenar, está entre os mais antigos praticados pelo homem. Há quase 3 mil anos, algumas sociedades já queimavam os seus mortos e acreditavam ser este um ritual de purificação. 10 a.C. os gregos incineravam os corpos e enviavam as cinzas para os familiares.

Com o passar do tempo, a cremação passou por grande evolução e hoje é uma das técnicas mais modernas existentes, além de ser considerada como a mais sustentável, considerando principalmente o crescimento da população e a necessidade cada vez maior de ampliação dos espaços físicos de cemitérios para os enterros tradicionais.

Mas, você sabe como funciona o processo de cremação? A seguir, nós te contamos.

Como funciona a cremação de corpos?

A cremação é o processo que incinera de forma muito rápida e higiênica o corpo de uma pessoa falecida, juntamente com uma urna funerária (caixão). Esse processo acontece no crematório, que consiste numa espécie de forno.

A cremação pode levar de uma até duas horas, o tempo depende do tamanho e peso de cada pessoa. 

Os familiares não acompanham o processo de cremação. Ela é feita longe dos olhos de todos, em local apropriado para isso. 

Antes de cremar, é possível fazer o velório normalmente. Nesses casos, a família realiza todos os rituais de homenagem e após isso, o corpo é enviado para o crematório.

No Brasil, a lei só permite a cremação após 24 horas do óbito. Durante esse período, o corpo fica armazenado em uma câmara fria. 

Depois, é encaminhado em uma urna funerária para a incineração, que é feita em temperatura que varia de 850°C a 1.200°C. 

São retirados todos os vidros e metais da urna (caixão) para que o processo não seja afetado.

Desse procedimento resulta a cinza e também alguns fragmentos ósseos, que após o esfriamento passam pela moagem e posteriormente, são entregues aos familiares na data combinada.

A lei brasileira exige que o desejo pela cremação seja registrado em cartório ainda em vida, e que a família autorize o procedimento. A família pode não optar pela cremação, mesmo com a existência do documento.

Também se faz necessária a assinatura médica e em casos de morte violenta, a autorização da justiça.

Vantagens da cremação

  • É considerado um processo mais higiênico, sem risco de problemas sanitários ou infecção no solo;
  • É mais econômica que os sepultamentos tradicionais, considerando que não há custos com terrenos em cemitério, nem locação ou construção de jazigos;
  • É um processo ecológico, que não afeta o meio ambiente com emissão de gases;
  • É menos burocrático.

Embora ainda existam culturas e religiões que questionem o procedimento, ele é visto como mais vantajoso, mais sustentável e tem crescido cada vez mais em todo o mundo.

A Alpha Tanato realiza o procedimento e oferece todo o amparo que a família necessita neste momento. Acesse nosso site e saiba mais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Ligue Agora
Open chat